Home Mensagem Arquivo Theme
Monocromo


E por querer demais, se esqueceram do outro. E por serem parecidos demais, se tornaram diferentes. E indiferentes. Durk and Sara.  (via monstros-sentimentais)
Um apego sempre faz bem, todo coração merece transbordar amor. Gramaticas. (via gramaticas)
Daí você passa um dia rindo com seus amigos, se divertindo e distraído o tempo todo. E então você pensa que esqueceu e que finalmente se libertou. Mas quando chega o fim da noite, você percebe que o sentimento todo continua ali, e que qualquer sinal de esquecimento foi passageiro. João Pedro Bueno.  (via delator)
Parabéns pra mim! 1.9 idade se renovando, maturidade que faltava chegando, sonhos conquistando. Obrigado meu Deus, por tudo que passei para estar aqui! — (via citandomeusfatos)
Parabéns. Você conseguiu hein. Chegou ao ponto de deixar tudo à tua volta te afetar. Chegou ao ponto de cair de joelhos, gritando. Chegou ao ponto de nervosismo extremo, quando você não consegue se segurar. Chegou ao ponto de não conseguir evitar sentimento nenhum. Chegou ao ponto de pensar: “olha, você ta fodida, não aguenta mais nada.”. Parabéns, mais uma vez. Você é fraca. — K. Kosch (via idiota-eu)
Se você não tiver por quem continuar, continue por você mesmo. Renato Russo.   (via auroriar)
Porque em cada pedaço de mim, sempre haverá um pedaço de você. Diário de uma Paixão.   (via delator)
Ando com uma vontade tão grande de receber todos os afetos, todos os carinhos, todas as atenções. Quero colo, quero beijo, quero cafuné, abraço apertado, mensagem na madrugada, quero flores, quero doces, quero música, vento, cheiros, quero parar de me doar e começar a receber. Caio Fernando Abreu. (via delator)
Merda de vida? Mas que ingratidão! Seu coração, nesse instante, deve estar querendo rasgar seu tórax e protestar com lágrimas de sangue o extermínio da vida! - e, com rara eloqüência, mudou o timbre, tentando traduzir a voz do coração do suicida: -“Não! Não! Tenha compaixão de mim! Eu bombeei seu sangue incansavelmente, milhões de vezes. Supri suas necessidades… fui seu servo sem reclamar. E agora você quer me calar, sem nem me dar direito de defesa? Ora… eu fui o mais fiel dos escravos. E qual é o meu prêmio? Qual a minha recompensa? Uma morte estúpida! Você quer interromper minha pulsação só para estancar seu sofrimento. Ah! Mas que tremendo egoísta você é! Quem me dera eu lhe pudesse bombear coragem! Enfrente a vida, seu egocêntrico. O Vendedor de Sonhos.   (via delator)



Theme
Ads not by this site Ads not by this site